Vereador Robertinho destaca prevenção da “doença do pombo” após morte de homem em Ribeirão Preto

O vereador Robertinho Mori (PSDB) voltou a ressaltar a Lei nº 16.256/12 de sua autoria que expõe a importância do Combate à Infestação de Pombos em áreas urbanas, após o falecimento, na última semana, em Ribeirão Preto, de um homem de 38 anos diagnosticado com Criptococose, conhecida popularmente como “doença do pombo”.
O parlamentar esclarece que o principal meio de conter a dissipação da doença é através da prevenção, e salienta que recentemente foi protocolado um novo requerimento questionando a possível ampliação no número de agentes de fiscalização que possam supervisionar práticas inadequadas no cotidiano.
Além disso, também indagou, através de proposição, a respeito de como a população está sendo informada sobre a “doença do pombo”.  Robertinho considera importante que os cidadãos em geral sejam informados sobre a “Criptococose” por meio de panfletagem ou campanhas, a fim de que haja instrução sobre a doença e seus devidos cuidados.

Doença do pombo – É importante destacar que os pombos não transmitem a doença diretamente ao homem,na verdade são os fungos que estão nas fezes dessas aves que se proliferam no ar. Uma vez que o homem inala esses fungos, estes se alocam no pulmão posteriormente migrando para o sistema nervoso central.Os sintomas são similares a uma gripe forte: febre, tontura,dor de cabeça e cansaço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *