Programa “Câmara Verde” é lançado no Dia Mundial do Meio Ambiente

09/06/2009

Mesa Diretora anuncia o Programa “Câmara Verde” na presença de vereadores e de representantes do Executivo.
No Dia Mundial do Meio Ambiente, a Câmara Municipal de São Carlos lançou nesta sexta-feira, 5 de junho, o programa “Câmara Verde”. O presidente da Casa, Lineu Navarro (PT) anunciou a realização do programa – oficializado por meio de Projeto de Resolução – em ato realizado na Sala da Presidência, onde estiveram presentes os vereadores Robertinho Mori (PV), Ditinho Matheus (PMDB), Laíde Simões (PMDB), o secretário municipal de Governo, Marcos Martinelli, o coordenador do Meio Ambiente da Prefeitura, Paulo Mancini, o assessor João Paulo Porto de Toledo e o representante do SAAE Claudio Macedo.
“A Câmara Municipal com esse programa visa realizar ações concretas na luta pela preservação do meio ambiente”, informou Lineu. Várias dessas ações já estão sendo realizadas no âmbito do Legislativo voltadas à conscientização de vereadores e funcionários para a preservação do meio ambiente.
Entre essas medidas se incluem a substituição do saco de lixo plástico comum para o saco de lixo biodegradável, diminuição do uso de copos plásticos pelos funcionários, assessores e vereadores, que começarão a substituir os copos por canecas, a implantação de posto de coleta de lixos eletrônicos (computadores, televisores, aparelhos de som), coleta de pilha e baterias e também coletores para lâmpadas fluorescentes.
Programa promoverá incentivo à utilização de materiais descartáveis
Além disso a Câmara já utiliza papéis recicláveis para impressão de documentos e deverá promover a instalação de um bicicletário defronte o Edifício Euclides da Cunha, para incentivar a substituição dos veículos parta a utilização das bicicletas.
De acordo com Lineu Navarro, basicamente o objetivo do Programa Câmara Verde é estimular um melhor aproveitamento dos materiais utilizados nos serviços da Câmara e uma destinação ambientalmente correta dos resíduos decorrentes, a fim de que o Legislativo contribua para o desenvolvimento sustentável do Município.

Outras medidas contempladas no Programa: uso obrigatório do etanol como combustível dos veículos oficiais com motor bicombustível, implantação do programa de neutralização das emissões de gases do efeito estufa; promoção de campanhas em favor de conscientização em matéria ambiental e ainda ações relacionadas ao uso racional da água, da energia elétrica e do uso de equipamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *